Blog

04 Nov 2019 - em Disfunção de ATM

Intervir cirurgicamente em minha ATM? Qual é o momento? O que podemos esperar?

As intervenções em uma Articulação Temporomandibular patológica sempre baseiam-se em alguma interrupção de algum mecanismo patológico intra articular tanto bioquímico quanto estrutural/funcional.

Os tratamentos conservadores ou moduladores de SOBRECARGA devem ser empregados e modulados a todo paciente cuja artralgia localizada/determinada a articulação temporomandibular fora clinicamente diagnosticada. Estes podem ser através de placas miorelaxantes, as quais podem funcionar tanto como lembretes no meio dos dentes que os mesmos estão sendo involuntariamente apertados ou podem transferir a sobre carga das articulações funcionado como amortecedores. Podemos utilizar também medicações que agem a nível de sistema nervoso central que através de um bloqueio neuromuscular fazendo com que a carga muscular que incida sobre o sistema estomatognático seja substancialmente reduzida.

Outro ponto inicial que também deve ser abordado e o componente psicológico envolvido na sobrecarga articular, o qual deve ser entendido e ponderado. Um fator que também não pode e não deve ser esquecido é a contribuição da apneia do sono nas desregulações neuromusculares que acontecem na face. Todas esses fatores na maioria dos pacientes estiveram presentes por anos e como o efeito dos mesmos sobre a carga articular e sua resposta artrálgica é progressiva os pacientes tendem a sempre controlar com medidas simples até a busca de consultas profissionais.

Em uma consulta inicial a avaliação por imagem de ressonância magnética sempre deve ser considerara mesmo antes da instituição de terapias conservadoras iniciais. As informações diagnósticas das mesmas fornecem uma base inicial para o tratamento.

A resposta não favorável faz nos refletir cada vez mas em alterações irreversíveis/ patológicas tanto estruturais evidentes (ressonância magnética) ou bioquimicamente evidentes (visão artroscópica) intra articulares que de maneira espontânea com a remissão da sobre carga não conduzirão a melhora do quadro clínico e fazem deste o momento ideal para intervenções intra articulares.

De maneira muito clara, todos os pacientes candidatos a intervenções cirúrgicas intra articulares não devem considerar as mesmas como maneiras de cura às disfunções de atm, mas sim como de reorganizações bioquímicas/ estruturais intra articulares para que processos de remodelação e readaptação a situação biomecânica aplicadas sobre as articulações possam fisiologicamente ocorrer sendo este que considero como "SURGICAL THINKING TEMPOROMANDIBULAR JOINT KEY POINT".

As disfunções temporomandibulares apresentam controle e não cura, claro que a resposta neurológica com o passar do tempo as terapias de controle e readaptação estrutural levam ao estado de equilíbrio e este ao que podemos falar realmente é o “KEY POINT” em disfunções temporomandibulares. 

Curtiu? Compartilhe com seus amigos

Rio do Sul

Telefone para contato
(47) 9 8864-0770 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Segunda à Sexta - 8h às 12h e 13h30 às 18h
 
Endereço
Rua Tuiuti, Ed. Tuiuti, 181 - Sala 103
Centro - Rio do Sul/SC CEP 89160-045

Blumenau

Telefone para contato
(47) 9 8864-0770 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Quarta - 8h30 às 12h e 14h às 18h
Outros dias consultar via telefone.
Endereço
Rua Dr. Amadeu da Luz, 122 Sala 81
Centro - Blumenau/SC CEP 89010-160