Blog

02 Jul 2019 - em Cirurgia Maxilofacial

Como é o Pós-Operatório da Cirurgia Ortognática? O que vai acontecer?

Após qualquer procedimento cirúrgico em qualquer região do corpo, algumas reações do organismo ao trauma cirúrgico são mais que esperadas. Estas reações em se tratando da região da face e mais especificamente da cirurgia ortognática apresentam algumas peculiaridades que se reproduzem em quase todos os pacientes no pós operatório. Uma maneira bem clara de discutir pós operatório é através de tópicos e assim iremos o fazer:

 

Eu irei ter dor?
 

Claro que a referência da dor é algo muito individual, com cada paciente apresentando seu limiar porém na normalidade com o uso de medicações analgésicas/ anti inflamatórias não é comum a presença de dor no pós operatório da cirurgia ortognática. Estas medicações para controle da dor costumam ser utilizadas por 5 dias e após somente alguns relaxantes musculares ou medicações para controle de atividades parafuncionais que podem surgir ou serem exacerbadas no pós operatório imediato.

 

Vou inchar?
 

Obviamente que o processo inflamatório pós cirúrgico irá estabelecer um edema facial significativo com aumento de intensidade até 72 horas após a intervenção cirúrgica. A variação individual é grande em função das características fisiológicos de cada pessoa juntamente com a extensão da cirurgia e com a experiência do cirurgião na obtenção de hemostasia pós operatória e das suturas dos planos fasciais de maneira precisa. Esse “ INCHAÇO” pós cirurgia apresenta alguns padrões temporais de resolução com o maior parte sendo resolvida em 21 dias pós cirurgia. Com 21 a 30 dias pós cirurgia temos o início da reorganização linfática e venosa rompida durante o procedimento cirúrgico, processo que pode levar até um ano para se resolver, sendo que clinicamente isso se manifesta por inchaços transitórios seguidos de períodos de resolução com o paciente acordando sem edema algum e o mesmo durante o dia começa a ter uma aparência de estar inchado.. Processo de evolução normal da reparação pós cirurgia ortognática principalmente da maxila.

 

Vou sair da cirurgia com a boca amarrada?
 

Questionamento muito frequente por parte dos pacientes. Os grupos de cirurgia ortognática com as mais diversas denominações vem se alastrando nas redes sociais. O bloqueio total pós cirurgia ortognática não é mais empregado, porém alguns elásticos são colocados entre as arcadas com o intuito de guiar a relação entre as arcadas (ajustar a oclusão/ mordida) uma vez que a direção da musculatura é alterada após a cirurgia e existe uma memória muscular que tenta manter a forma original. Assim o uso de elásticos guia esse novo padrão direcional da mordida reeducando a mesma. Outro ponto e a presença de edema intra articular, fazendo que o côndilo (articulação) saia da posição de assentamento estabelecida no momento da cirurgia. O uso de elásticos também ajuda a manter os côndilos próximos da normalidade dimensional e evitar estiramentos da cápsula articular que podem ser danosos às estruturas articulares. O uso da fixação interna rígida com sistemas com grande precisão e adaptação permite que em determinados casos não exista a necessidade de qualquer elástico maxilomandibular.

 

Quando vou conseguir abrir a minha boca normamente como hoje? Quando vou conseguir me alimentar normalmente como no pré-operatório?
 

Estas perguntas são muito frequentes no pré operatório da cirurgia ortognática. No pós cirurgia imediato os músculos mastigatórios estão extremamente edemaciados/ inflamados pela manipulação cirúrgica e logicamente os mesmo não possuem a mesma amplitude de trabalho fazendo com que o paciente mesmo sem elásticos não consiga uma abertura normal. Isso acaba preocupando os pacientes, porém a melhora é gradual semana a semana e vai depender muito do tempo que o paciente usa elásticos sendo que o uso mais frequente faz com que o retorno a abertura bucal normal demore mais. No que tange ao retorno das forças musculares ao normal as mesmas seguem o mesmo padrão temporal da consolidação do tecido ósseo, sendo que o paciente sempre vai percebendo na evolução dele quando consegue retornar a dieta normal variando de 30 dias a 60 dias em função do tipo de cirurgia e das características de reparo de cada paciente.

 

Quando vou ver realmente o resultado da cirurgia na face?
 

Muitos autores afirmam baseando-se na sua experiência clínica que um ano é o período final de reacomodação tecidual da face pós cirurgia ortognática. Temos que ter em mente que existe uma mudança de todas as bases ósseas juntamente com a musculatura. Assim a remodelação das estruturas ósseas e readaptações teciduais e musculares precisam de um tempo biológico para se equilibrarem e fazerem com que o resultado final se torne realmente aparente na face.

 

Com relação a parte sensitiva da face, o que devo esperar? Quando irá ocorrer o retorno das sensibilidades?
 

Tópico muito debatido e de extrema relevância. Com relação a maxila (maxilar superior) as alterações sensitivas transitórias relacionadas ao nervo infra orbitário com dormência no lábio superior e regiões do nariz tendem a ter uma resolução mais rápida (30 a 90 dias) com retorno ao normal na maior parte dos pacientes (98%). Com relação à mandíbula onde foi realizada a técnica da osteotomia sagital do ramo mandibular com manipulação no nervo alveolar inferior existe sempre uma resposta intrínseca de cada paciente, mesmo nos casos de pequena mobilização do nervo. Assim a dormência do lábio inferior poderá se resolver de 30 dias a um ano. As alterações sensitivas pós cirurgia ortognática (Após um ano) denominadas sensibilidade alterada permanente podem acontecer e de uma maneira geral não comprometem a qualidade de vida do paciente e o resultado da cirurgia ortognática.  

Após qualquer procedimento cirúrgico em qualquer região do corpo, algumas reações do organismo ao trauma cirúrgico são mais que esperadas. Estas reações em se tratando da região da face e mais especificamente da cirurgia ortognática apresentam algumas peculiaridades que se reproduzem em quase todos os pacientes no pós operatório. Uma maneira bem clara de discutir pós operatório é através de tópicos e assim iremos o fazer:

Curtiu? Compartilhe com seus amigos

Rio do Sul

Telefone para contato
(47) 9 8896-0520 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Segunda à Sexta - 8h às 12h e 13h30 às 18h
 
Endereço
Rua Tuiuti, Ed. Tuiuti, 181 - Sala 103
Centro - Rio do Sul/SC CEP 89160-045

Blumenau

Telefone para contato
(47) 9 8896-0520 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Quarta - 8h30 às 12h e 14h às 18h
Outros dias consultar via telefone.
Endereço
Rua Dr. Amadeu da Luz, 122 Sala 81
Centro - Blumenau/SC CEP 89010-160