Blog

13 Jan 2020 - em Apnéia do Sono

Eu tenho apnéia obstrutiva periférica do sono?

Os tempos modernos fazem com que tenhamos que passar por experiências profissionais e pessoais das quais ainda não estamos, evolutivamente do ponto de vista biológico, preparados. 

E este aspecto da seleção natural das espécies historicamente descrito, faz com que algumas pessoas não alcancem seus objetivos de vida e não consigam mesmo exercer atividades profissionais que até então vinham desempenhando normalmente. 

Dentro desta fisiologia corporal de maneira muito individual temos o componente do sono cuja função fisiológica vem sendo descrita por mais de 30 anos desde a primeira publicação feita por Peter Hauri (THE SLEEP DISORDERS).

Um número crescente de funções fisiológicas metabólicas corporais vêm sendo atribuídas a fisiologia correta do sono para sua harmonia. A arquitetura do sono segue um padrão entre duas fases (ciclos de 90 minutos) que se alteram entre REM e NREM.

A fase NREM que corresponde a 75% da noite é dividida em 4 estágios começando com: 

  • um sono leve (estágio 1);

  • evoluindo para um estágio 2 no qual o sono realmente inicia-se tornando-nos desengajados do mundo ao nosso redor, com os batimentos cardíacos e frequência respiratória estáveis e queda na temperatura corporal. 

  • Nos estágios 3 e 4 teremos um sono mais profundo e restaurativo, queda na pressão sanguínea, relaxamento muscular com aumento do suprimento sanguíneo aos músculos, restauração da energia, crescimento e reparo tecidual seguido da liberação de diversos hormônios. 

  • A fase REM ocorre após aproximadamente 90 minutos do início do sono e corresponde a 25%do sono total. A mesma ocorre em ciclos a cada 90 minutos. Nesta fase o corpo torna-se imóvel e relaxado, cérebro está ativo e os sonhos ocorrem fornecendo energia para o cérebro e para o corpo.

Na descrição acima da fisiologia do sono, fica claro que o mesmo é acompanhado do relaxamento muscular que de maneira progressiva vai tornando-se total. No entanto, quando este relaxamento diz respeito à região das vias aéreas, principalmente à base da língua a qual é uma estrutura muscular com grande influência muscular no seu suporte, as vias aéreas fundamentais a passagem de oxigênio tornam-se obstruídas e essa falta de oxigênio faz com que o corpo, em um mecanismo de defesa,  recupere o tônus muscular saindo do estágio do sono. Isso faz com que o paciente com apnéia obstrutiva do sono não consiga ter toda fisiologia do sono, que é fundamental para o metabolismo/ desenvolvimento do organismo.

O diagnóstico geralmente, por ser ainda uma doença pouca conhecida por muitos apesar de cada vez mais mundialmente estudada pelas suas implicações significativas da qualidade de vida da população, vê se através de sintomas clínicos acompanhados de alguns sinais. 

Os profissionais que tratam pacientes com disfunções temporomandibulares, depressão, cefaléias (dores de cabeça) não responsivas aos tratamentos clínicos usuais, ganho de peso, desenvolvimento precoce de problemas cardíacos e metabólicos como diabetes e colesterol.  

“UM TERÇO DA NOSSA VIDA, A QUAL PASSAMOS DORMINDO, NÃO É IMPRODUTIVA E POSSUI SIM UMA RELAÇÃO DIRETA NA ENERGIA E NA CAPACIDADE PRODUTIVA NOS OUTROS DOIS TERÇOS DA NOSSA VIDA” 

"NATIONAL SLEEP FOUNDATION” 

 
Curtiu? Compartilhe com seus amigos

Rio do Sul

Telefone para contato
(47) 9 8896-0520 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Segunda à Sexta - 8h às 12h e 13h30 às 18h
 
Endereço
Rua Tuiuti, Ed. Tuiuti, 181 - Sala 103
Centro - Rio do Sul/SC CEP 89160-045

Blumenau

Telefone para contato
(47) 9 8896-0520 (WhatsApp)
Horário de Atendimento
Quarta - 8h30 às 12h e 14h às 18h
Outros dias consultar via telefone.
Endereço
Rua Dr. Amadeu da Luz, 122 Sala 81
Centro - Blumenau/SC CEP 89010-160